aquela do Van Halen.

“Eu era um misto de George Harrison com David Coverdale. Ai eu usava tipo uma calça justa… não… uma calça jeans normal, preta… não, azul… não, preta é melhor; Eu olhava por cima da platéia, cantava tipo o cara lá do Oasis… cara, como é o nome dele… aquele que canta com as mãos para trás.. parece um garçom.. foda-se… eu cantava do tipo do Coverlade mesmo. Mas o Coverlade no Rock in Rio era muito estranho… mas ele era foda. Então eu cantava igual o Coverlade de hoje em dia, mas sem parecer um velho reumático. Tá vamos ver… Ai a banda tocava covers. Ou música própria? Não, ela não ia gostar de músicas próprias. A gente tocava covers… Covers dos Beatles, do Creedence… Por falar nisso esqueci o disco no carro… A gente tocava Scorpions.. não, Scorpions não… A gente tocava aquela lá… sabe… puts esqueci. Aquela do Yes. Van Halen! Isso! Vai ser Van Halen. Eu estava lá, no palco, tocando guitarra com o estilão do Harrison e cantando igual o Coverdale a “Can’t Stop Loving You”. É bonitinha. Ela ia curtir, ia ficar ali no placo me olhando, fazendo umas caras e tomando Sprite. Ai eu cantava “…I can’t stop lovin’ you No no matter what I say or do…” e ai ela me olhava e…

– Porra! Chega! Que Merda… que melação.

– AHHHH! Porra que susto! Cacete! O que você ta fazendo aqui??

– Cara, você era melhor uma vez. Imaginava coisas melhores… Van Halen? E é o Sammy Haggar ainda, não gosto dele.

– Como é que você entrou na minha cabeça?

– Sei lá, só aconteceu. Faz tempo que eu sei que você fica pensando lorotas ai sobre mim antes de dormir. No início, eu até gostava. Era bonitinho. Eu pensava “puts, esse maluco gosta de mim. Ele ia me salvar do Godzilla, em plena ponte Hercílio Luz vestido de Batman ou coisa assim…”

– Ta, é que aquela época eu assisti muito filme do Godzilla, e daí? Eu ia te salvar mesmo. E não era fantasia do Batman, era do Pantera.

– Da na mesma… Mas eu to aqui pra dizer que você precisa parar com isso. A gente se gosta sim; to certo que eu nunca te falei isso e fico botando minhoca na sua cabeça, mas porra… Van Halen?

– Ué? Eu gosto, é uma boa música. E outra, eu to aqui na minha cama, pronto pra dormir. Trabalhei igual uma lhama e posso ter o direito de ficar imaginando qualquer coisa antes de pegar no sono. E estava indo muito bem, e você invade minha cabeça. Eu tava chegando na hora do solo onde eu ia colocar o pé no retorno sabe? Ai eu iria solar e tal e pãnãnãn

Pãnãnãn só fica legal em pensamento né? Já percebeu isso? Não fica legal você falando pra alguém: “ai eu fui lá e pãnãnãn..” né?

– É mesmo. Tipo: “Vixe Maria”. Se bem que a gente se fala isso toda hora… Do que a gente tava falando mesmo?

– Van Halen. Haha… Sabe, você precisa parar com isso, fica ai imaginando coisas, perde o sono, não acorda bem amanhã e depois fica reclamando do sono. E outra, que merda é aquela de piloto de Fórmula-1? Você dirige um Uno e não passa de 100 km. Você é o cara mais atencioso na estrada que eu conheço, e ai fica pensando que eu vou dar bola pra um piloto de merda de Fórmula-1? E ainda mais companheiro do Barrichello!?

– Eu to jogando um game de f-1. Da um desconto, influenciou sabe… E eu nem ando tão devagar assim, da outra vez eu peguei uns…

Coverdale!! E eu nem falei do Coverdale! Cara… Coverdale não da. Você já o viu no rock in rio né? Lógico que já. Porque você se imaginou igual a ele! Porra! Parece um traveco. O Harrison tudo bem, era bonito, tinha estilo… E como é que você pode misturar Coverdale com Harrison? Whitsnake é a pior banda do mundo! Eu odeio esses hardzinho anos 80. Essa é pior que aquela onde você imaginou a gente lá em Komodo, inclusive foi depois que você assistiu aquele documentário sobre os lagartos… não sei o nome daquele bicho grande lá…

Dragão de Komodo? ¬¬

– É… esse. Você fez amizade com um desses, e saia pela ilha andando com o bicho do lado. E ai surgia uns animais estranhos e você botava seu amigo pra lutar com eles. Tipo Pokémon. Caralho… Pokémon? E ainda teve a idéia de imaginar eu curtindo isso tudo.

– Tá, tá… entendi. Prometo que eu paro. Chega de Pokémon, chega de Coverdale, chega de Godzilla, chega de ninjas mutantes com braços gigantes…

– Caramba, eu lembro essa, foi a pior hahahaha

– Ta, pode voltar pra sua cabeça e vai dormir, ta tarde.

—-

– Oi gatinho! Legal essa sua barba de pirata ai, aquele navio é seu?

– Quem é essa!??

– Você ai de novo? Essa é a Mariana, ela gosta das minhas histórias. Não reclama.

– Quer dizer que você fica imaginando essas coisas com ela também ???

– Nem sempre, mas ela nunca interrompeu meu pré-sono pra reclamar que não gostava do Coverdale.

– Mas… sabe… hihi … eu até gosto dele. Eu até acho que você deveria imaginar uma história com o Coverdale cantando “Is This Love” enquanto o Godzilla invadia a cidade aqui ,ai você se transformava naquele X-Men que você curte e me salvava e tal…

– …

– Sério, e ai no final a gente poderia ir pra Lua! Isso! Moraríamos lá, naquela sua casa maluca que você projetou e tocaria violão o dia inteiro! Vai, iria ser legal! Né? … Ta me olhando assim por quê? Eu não to com ciúmes !! Eu com ciúmes… haha …. imagina… ainda mais dessas suas histórias malucas… eu com ciúmes…
– …
– Não tem como me imaginar com aquele braço mutante? Quero esganar essa Mariana ai.

aquela do Van Halen.